segunda-feira, 2 de maio de 2011

Espiritualização

 
“... adoração o Pai em espírito e verdade.” (João 4:23)
 
Vai-se a humanidade aos poucos libertando dos laços que a prendem à matéria, da ignorância que lhe obscurece a visão de Deus.
Pressente já que a Divindade é puríssimo espírito e essência de bondade, e não poderá mais aceitar outra idéia menos espiritual, menos bondosa que lhe queiram impor do Ser Supremo.
Eis em que consiste o testemunho supremo dos espíritas: se conhecem a divina bondade, têm que possuir essa virtude em si mesmos, ou tal conhecimento nada será; se percebem a natureza toda espiritual do Criador, muito distante da mesquinha idéia antropomórfica, têm que se espiritualizar, ou tal percepção será vã.
Deve haver muita espiritualidade e fraternidade nos corações espíritas, para que os que deles se aproximem não se afastem desiludidos, voltando à descrença e à materialidade.
 
Bezerra de Menezes

Um comentário:

  1. Postagem providencial!
    =)

    Excelente dia pra todos!

    ResponderExcluir